Mulheres 22/11/2020 10:04

Juíza relata caso de tortura em loja do Carrefour no Rio de Janeiro

O caso foi com uma mulher que foi pega furtando. Ela foi espancada e estuprada por funcionários do mercado. As audiências aconteceram entre 2017 e 2018

Em sua conta no Twitter, uma juíza, atualmente Titular da Vara Criminal de Mesquita, na Baixada Fluminense, em meio às manifestações sobre o caso de João Alberto Silveira Ferreira (homem negro que foi morto em um supermercado Carrefour em Porto Alegre) relembrou um caso que teve acesso envolvendo o mesmo supermercado: uma mulher, dependente química, foi flagrada furtando em uma loja e acabou espancada e estuprada por funcionários da empresa.

“Uma mulher, negra, lésbica, pobre, dependente química, foi presa por supostamente furtar comida numa filial do Carrefour, no Rio. Ao chegar à audiência de custódia (que, na época, era realizada no prédio do Tribunal, no centro da cidade), vi que o médico que a examinou descreveu que ela estava com um curativo no ânus. Ela dizia que havia se machucado ao evacuar, algo assim. Só que a história real não era essa”, escreveu a juíza, que se chama Cristiana.

Depois, a mulher disse o que aconteceu de fato: “Ela contou que foi flagrada furtando (uma relação de alimentos bem mais módica do que aquela apresentada na nota fiscal pelo mercado). Não era a primeira vez. Mas naquele dia, algo diferente e terrível aconteceu. Ela foi levada para uma salinha onde foi brutalmente espancada com um pedaço de madeira, inclusive. Não teve coragem de nos contar o mais cruel, e só falou para a psicóloga que a atendeu antes de ser liberada: foi sodomizada, estuprada, como ‘lição e castigo’”, postou Cristiana.

TENHO UMA HISTÓRIA SOBRE O CARREFOUR E RACISMO PARA CONTAR. NÃO É UMA VIVÊNCIA PESSOAL, CLARO. MAS DE UMA MULHER QUE FOI PRESA E BRUTALIZADA QUANDO EU ERA JUÍZA DE CUSTÓDIA, NO RIO DE JANEIRO. PIC.TWITTER.COM/8APO7RVAON— Cristiana FC ???? (@CristianaFc) November 20, 2020
As audiências aconteceram entre 2017 e 2018A

Deu  no Diário do Rio

 

Ricardo Rosado de Holanda


Descrição Jornalista

mais lidas