Jornalismo 07/04/2022 08:59

Morre o jornalista Canindé Queiróz, um gigante da imprensa do RN

Canindé foi e será sempre uma referência no jornalismo do RN. 

Aos 80 anos, morreu hoje em Mossoró o jornalista Canindé Queiroz. Exatamente no Dia do Jornalista. E Canindé foi um dos mais completos e talentosos.

Na redação e na gestão da Gazeta do Oeste, jornal que fez fama no Estado. Temido e amado, polêmico e sensível, sofisticado e agreste.

Canindé viveu intensamente a profissão.

Marcou a todos em Mossoró e no RN.

Foi um gigante no mundo da imprensa do RN, sustentando um jornal por décadas.

Há alguns anos ele estava afastado por questões de saúde.  Quadro que tornou-se mais grave recentemente. Canindé foi vítima de uma infecção.

Viu a Gazeta do Oeste sucumbir aos descaminhos da economia, sofrendo as consequências e a concorrência brutal das novas mídias.

Além da relação familiar com o titular do Fator RRH, Canindé foi um importante parceiro no jornalismo e na publicidade, quando a Faz Propaganda exercia forte atuação em Mossoró.

Na semana que antecedeu o lançamento da Gazeta do Oeste ele me convidou, juntamente com o jornalista Rogério Cadengue, para uma ajuda no nascimento daquele que seria um dos mais importantes veículos de comunicação do Estado.

Um abraço solidário e com grande tristeza para Maria Emília, Ricardo, Luiz, Isadora, Tito e Jules.

Canindé foi e será sempre uma referência no jornalismo do RN.

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista