Água 24/04/2020 09:22

Crime ambiental em São Miguel do Gostoso irrita moradores

Recebo de um leitor e amigo uma mensagem a respeito da confusão armada em São Miguel do Gostoso pela Prefeitura Municipal, ao mandar abrir e esvaziar a Lagoa do Cardeiro, ponto de atração turística da cidade.

Recebo de um leitor e amigo uma mensagem a respeito da confusão armada em São Miguel do Gostoso pela Prefeitura Municipal, ao mandar abrir e esvaziar a Lagoa do Cardeiro, ponto de atração turística da cidade.

No meio do caminho a enxurrada foi derrubando árvores, destruindo ninhos com ovos de tartarugas e agora a lagoa virou uma lama só.

Leiam o que diz este leitor:

Ambientalistas de Sao Miguel do Gostoso estão em pé  de guerra com a Prefeitura local.

Principal cartão postal da cidade, a lagoa do Cardeiro foi praticamente esvaziada depois que o prefeito Renato de Doquinha pôs  seus tratores para abrir no local uma enorme vala, para escoar a lagoa para o mar.

As águas arrastaram  milhares de peixes e camarões para o mar, alem de destruir dezenas de  ninhos de tartarugas que tinham no entorno da lagoa.

Pior: sem água, a lagoa se transformou num mar de lama, com forte odor que prejudica moradores dos bairros/praias do Cardeiro e de Santo Cristo, banhados pela lagoa.

O crime ambiental já foi denunciado aos órgãos ambientais do Rio Grande do Norte.

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista