Eventos 13/03/2020 06:15

Coronavírus assusta e atos previstos para domingo estão adiados

Com a declaração de pandemia do novo coronavírus, as manifestações marcadas para domingo (15.mar.2020) em defesa do governo do presidente Jair Bolsonaro devem perder força.

Com a declaração de pandemia do novo coronavírus, as manifestações marcadas para domingo (15.mar.2020) em defesa do governo do presidente Jair Bolsonaro devem perder força.

Nesta 5ª feira (12.mar.2020), 1 dos principais organizadores dos atos, o Nas Ruas anunciou o adiamento da passeata em razão da evolução de casos da doença.

“O momento agora é de união e responsabilidade”, disse em nota divulgada nas redes Marcos Bellizia, 1 dos coordenadores do grupo.

“Pedimos que Congresso, governo e Supremo trabalhem juntos para a aprovação das reformas da forma mais rápida possível. Isso irá beneficiar 100% dos brasileiros”, acrescentou Bellizia.

reprodução/Facebook

Não há nova previsão de data para a realização do protesto. Antes do agravamento da crise, os movimentos obtiveram aval do Ministério da Saúde para promover os atos. A consulta à pasta foi feita pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP), uma das entusiastas das manifestações e líder do Nas Ruas.

A liderança do Movimento São Paulo Conservador endossou a necessidade de cancelar os atos. Em comunicado nas redes sociais, destacou o adiamento “seguindo a linha de responsabilidade social expressa no raciocínio do presidente da República, Jair Bolsonaro”.

Deu em Poder360

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista