Sem categoria 29/06/2013 18:21

Assinado contrato que dotará o RN de uma política industrial

Por fatorrrh_6w8z3t

Mais um passo foi dado ontem (28) visando dotar o estado do Rio Grande do Norte de uma política industrial.
Em cerimônia realizada na Casa da Indústria, o presidente da Federação das Indústrias (FIERN), Amaro Sales, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, representando a governadora Rosalba Ciarlini, e o diretor-presidente da empresa de consultoria Marcoplan, Cláudio Porto, assinaram a ordem de serviço para elaboração do projeto MAIS RN.
Definido pelo presidente da FIERN como um projeto audacioso, o MAIS RN tem como meta definir uma política econômica para o desenvolvimento do Estado pelos próximos 20 anos.
A proposta é que o  projeto funcione como uma agenda econômica para o Rio Grande do Norte, estruturando as informações para se ter uma visão sistêmica do processo econômico estadual, mostrando as potencialidades e as principais barreiras e dificuldades apresentadas para que se possa identificar as ações e demandas que venham a estabelecer um cenário de desenvolvimento.
O projeto será custeado por um grupo de 52 empresas do estado. “Vai ser uma bússola para o Rio Grande do Norte, um projeto que ficará, independente de quem seja os futuros presidentes da FIERN ou o governador”, disse Amaro Sales. Segundo o presidente da Federação das Indústrias, o projeto será apresentado à sociedade durante o seu desenvolvimento. “A cada passo que for dado vamos apresentando-o”, explicou Amaro Sales, acrescentando que os frutos do MAIS RN serão colhidos no futuro.
“Este não é um projeto do governo, mas da sociedade”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho. Com o MAIS RN, de acordo com ele, se terá a oportunidade de potencializar as vocações do Estado e, com isso, oferecer uma maior capacidade de captação de recursos, de atração de investimentos e oportunidades de negócios. Ainda segundo Rogério Marinho, o projeto terá um mecanismo que permitirá que ele seja sempre atualizado.
O diretor-presidente da empresa de consultoria Marcoplan, Cláudio Porto, fez uma explanação sucinta do projeto e disse que ele dará respostas consistentes a três questões sobre o estado: Onde estamos (potencialidades e debilidades econômicas do RN em 2013); Aonde queremos chegar? (visão de futuro da economia e negócios em 2034); Como vamos chegar lá? (estratégia).
Os estudos de cenários futuros possibilitarão a elaboração de uma agenda de desenvolvimento econômico tenha uma visão integrada de oportunidades e iniciativas de curto, médio e longo alcances. Após a elaboração do Projeto, que deverá durar oito meses, a consultoria apresentará propostas alternativas para o sistema de gestão e governança do MAIS RN, de forma que possa ser um instrumento permanente e atualizado, principal referência e  meio mais confiável de se obter as informações para definições, por parte dos investidores, dos seus projetos.
MAIS RN
O Mais RN é um projeto idealizado para planejar o futuro econômico do Rio Grande do Norte, onde todas as informações necessárias para investimentos e negócios possam ser encontradas de forma sistematizada, analisada e trabalhada. O banco de dados reunirá atividades econômicas, dados estatísticos, meio físico, social, infraestrutura e redes de serviços para análise das oportunidades e gargalos com a identificação de ações de Governo.
Dividido em três fases – diagnóstico, mapeamento de oportunidades de negócios e definição de políticas públicas – o MAIS RN definirá as diretrizes de uma política de desenvolvimento sócio-ambiental e econômico para o Rio Grande do Norte com ações a curto, médio e longo prazo.
Fonte e foto: Assessoria

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista