Sem categoria 21/06/2013 15:17

Carvalho diz que imprensa estimula as manifestações

Por fatorrrh_6w8z3t

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) atribuiu nesta sexta-feira (21) à imprensa o papel de estimular “um tipo de moralismo” que resultou nas recentes manifestações pelo país.
A fala foi durante evento de organização da Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no mês que vem, no Rio de Janeiro.
O discurso, então aberto somente a cinegrafistas, foi divulgado na íntegra no início da tarde desta sexta. Na mesma ocasião, o ministro afirmou que os protestos pelo país podem afetar o evento, mas disse que o governo está “atento” às demandas dos manifestantes.
Depois, disse que o país vive um momento “muito particular” e que a classe política, que “paga o preço por isso”, deve ter “autocrítica”.
“É verdade que a classe política paga o preço por isso. Mas é verdade também que um certo tipo de abordagem, de estímulo ao longo do tempo e a imprensa teve um papel nesse sentido de estimular um tipo de moralismo no sentido despolitizado e um tipo de antipolítica que leva a isso que está acontecendo também”, disse.
“Então também aqueles que o tempo todo verbalizaram esse tipo de posição tem responsabilidade por esse aspecto destrutivo que está aí e não adianta virem agora celebrar só a manifestação e não se darem conta que também são responsáveis por isso que está ocorrendo”, completou o ministro.
Segundo Carvalho, “não há democracia sem partido” e os gritos contra eles são um “grande pedido”.
“Quando se grita ‘sem partido’, nós vemos aí um grande pedido. E não há democracia sem partido. Não há democracia sem uma forma mínima de instituição. Sem partido, no fundo, é ditadura. Temos de ficar muito atentos a isso. Então, é um momento de celebrar e, ao mesmo tempo, é um momento de apreensão e de convidar a sociedade para que haja uma disputa pela democracia de verdade, que se faça representar por partidos que, de fato, representem o povo e que não compactuem com a corrupção”, disse o ministro.
Deu na Folha de São Paulo

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista