Segurança 18/06/2024 10:31

Policiais penais do RN são investigados por facilitar entrada de celulares em presídio

Advogado também é alvo de operação deflagrada pela Polícia Civil e Secretaria de Administração Penitenciária nesta terça-feira (18).

Uma operação deflagrada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (18) cumpriu mandados de busca e apreensão contra dois policiais penais do Rio Grande do Norte, além de um advogado.

Os servidores públicos são suspeitos de facilitar a entrada de celulares em um presídio estadual.

As informações foram confirmadas pela Secretaria de Administração Penitenciária do RN (Seap), que realiza a operação em conjunto com a Delegacia Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deiccor).

Ainda de acordo com o órgão, os policiais penais teriam facilitado a entrada de dois aparelhos celulares na Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, que fica no Complexo de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal.

Os equipamentos foram apreendidos durante uma operação da Seap no final do mês de março, na unidade prisional.

Nesta terça, os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão contra os suspeitos. Um advogado alvo de mandado de busca foi conduzido à delegacia, mas a polícia ainda não confirmou se ele foi preso.

Até a última atualização desta reportagem, a Seap não informou qual seria a participação do advogado no crime investigado.

Deu em G1/RN
Ricardo Rosado de Holanda


Descrição Jornalista