Dinheiro 02/07/2022 12:33

Quanto ganham os integrantes de conselho mais bem pagos do Brasil. Veja o ranking

Natura, Rede D’or e Grupo Pão de Açúcar foram as companhias do Ibovespa que pagaram maiores remunerações a conselheiros

Natura (NTCO3), Rede D’or (RDOR3) e Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) são as três empresas do Índice Bovespa que realizaram os maiores pagamentos a membros do conselho de administração em 2021.

Formado por executivos que atuam na direção estratégica da companhia, o órgão funciona como uma interseção entre os sócios e os responsáveis pela administração empresarial. Eles também representam os interesses dos acionistas, e têm como missão otimizar e proteger o patrimônio da empresa e definir a estratégia de longo prazo.

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) exige, desde 2009, que as companhias listadas na Bolsa informem o valor máximo, mínimo e médio pago aos conselheiros.

Os dados, divulgados no órgão regulador, foram compilados pelo especialista em governança corporativa Renato Chaves e incluem as 88 companhias que compõem o Ibovespa. Os montantes correspondem ao total desembolsado em todo o ano de 2021.

O levantamento mostra que a Natura pagou R$ 73,4 milhões 2021 ao conselheiro mais bem remunerado — via de regra, o presidente do conselho recebe o maior valor, mas pode haver exceções.

A companhia desembolsou, no total, R$ 83,4 milhões em remuneração aos conselheiros – o mais bem pago entre eles recebeu, portanto, uma fatia de 87,9% desse montante.

Em segundo lugar no ranking está a Rede D’or (RDOR3), que pagou R$ 47,6 milhões e informou que, entre os conselheiros, apenas o presidente, que também é fundador do grupo, é remunerado.

Chaves alerta que companhias que têm fundadores ou membros da família fundadora como presidentes do conselho de administração costumam desembolsar valores mais altos. “Essa prática caracteriza uma distribuição disfarçada de lucros”, diz ele.

Nove empresas do ranking têm fundadores ou membros da família fundadora na chefia de seus conselhos: Magazine Luiza, Itaú Unibanco, BRF, Localiza, MRV, Suzano, Azul e Rumo, além da Rede D’Or.

Em sete delas, a remuneração mais alta paga a um membro do conselho supera a marca de 50% do total desembolsado para remunerar todos os conselheiros – as exceções são Itaú Unibanco e Suzano.

No Grupo Pão de Açúcar (PCAR3), terceiro colocado da lista, o membro do conselho com a maior remuneração recebeu R$ 25,7 milhões no ano, ou 76,1% do total recebido por todos os conselheiros.

Confira o ranking completo das 15 maiores remunerações pagas em 2021:

1. Grupo Natura (NTCO3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 73,4 milhões
Presidente do conselho: Roberto de Oliveira Marques
Fundador da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 83,4 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 87,9%
Setor: Cosméticos
Desempenho das ações em 2021: -6,55%

2. Rede D’or (RDOR3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 47,6 milhões
Presidente do conselho: Jorge Neval Moll Filho
Fundador da empresa? Sim
Total pago aos membros do conselho: R$ 47,6 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 100%  (demais membros não são remunerados pela função)
Setor: Saúde
Desempenho das ações em 2021: -34,36%

3. Grupo Pão de Açúcar (PCAR3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 25,7 milhões
Presidente do conselho: Jean-Charles Henri Naouri
Fundador da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 33,7 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 76,1%
Setor: Varejo
Desempenho das ações em 2021: -6,55%

4. Magazine Luiza (MGLU3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 21,6 milhões
Presidente do conselho: Luiza Helena Trajano
Fundadora da empresa? Sim
Total pago aos membros do conselho: R$ 23,7 milhões
Fatia da conselheira mais bem paga: 91,3%
Setor: Varejo
Desempenho das ações em 2021: -71,06%

5. Itaú Unibanco (ITUB4)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 14,1 milhões
Presidente do conselho: Pedro Moreira Salles e Roberto Egydio Setubal
Fundador da empresa? Sim (membros das famílias fundadoras)
Total pago aos membros do conselho: R$ 58,4 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 24,3%
Setor: Financeiro
Desempenho das ações em 2021: -18,80%

6. Ambev (ABEV3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 12,8 milhões
Presidente do conselho: Michel Dimitrios Doukeris e Victório Carlos De Marchi
Fundadores da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 25,5 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 50,3%
Setor: Bebidas
Desempenho das ações em 2021: -1,47%

7. BRF (BRFS3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 11,2 milhões
Presidente do conselho: Marcos Antonio Molina dos Santos
Fundador da empresa? Sim, da controladora Marfrig (MRFG3)
Total pago aos membros do conselho: R$ 15,1 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 74,6%
Setor: Frigoríficos
Desempenho das ações em 2021: +2,18%

8. Lojas Renner (LREN3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 10,5 milhões
Presidente do conselho: José Galló
Fundador da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 15,3 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 68,8%
Setor: Varejo de moda
Desempenho das ações em 2021: -37,73%

9. Localiza (RENT3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 9,2 milhões
Presidente do conselho: Oscar de Paula Bernardes Neto
Fundador da empresa? Sim (cofundador)
Total pago aos membros do conselho: R$ 15,5 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 59,8%
Setor: Aluguel de veículos
Desempenho das ações em 2021: -23,13%

10. MRV (MRVE3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 9 milhões
Presidente do conselho: Rubens Menin Teixeira de Souza
Fundador da empresa? Sim (cofundador)
Total pago aos membros do conselho: R$ 12,5 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 72%
Setor da empresa: Construtora
Desempenho das ações em 2021: -36,02%

11. Suzano (SUZB3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 8,2 milhões
Presidente do conselho: David Feffer
Fundador da empresa? Neto do fundador, Leon Feffer
Total pago aos membros do conselho: R$ 20,1 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 40,9%
Setor da empresa: Papel e Celulose
Desempenho das ações em 2021: +2,68%

12. Bradesco (BBDC4)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 7,6 milhões
Presidente do conselho: Luiz Carlos Trabuco Cappi
Fundador da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 60,6 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 12,6%
Setor da empresa: Financeiro
Desempenho das ações em 2021: -18,65%

13. Azul (AZUL4)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 6 milhões
Presidente do conselho: David Gary Neeleman
Fundador da empresa? Sim
Total pago aos membros do conselho: R$ 9,3 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 64,1%
Setor da empresa: Aviação
Desempenho das ações em 2021: -38,02%

14. Rumo (RAIL3)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 5,8 milhões
Presidente do conselho: Rubens Ometto Silveira Mello
Fundador da empresa? Sim, cofundador da controladora Cosan
Total pago aos membros do conselho: R$ 10,9 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 53,7%
Setor da empresa: Logística
Desempenho das ações em 2021: -7,69%

15. Itaúsa (ITSA4)
Remuneração anual do conselheiro mais bem pago: R$ 5,2 milhões
Presidente do conselho: Henri Penchas
Fundador da empresa? Não
Total pago aos membros do conselho: R$ 10,8 milhões
Fatia do conselheiro mais bem pago: 48%
Setor da empresa: Financeiro
Desempenho das ações em 2021: -16,93%

Deu em Forbes

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista