Música 23/04/2022 09:00

Dia Nacional do Choro volta a ser comemorado em Natal com shows gratuitos no Centro Histórico

A programação vai reunir 14 grupos, cantores e regionais que representam o gênero musical em Natal, nos dias 22,23 e 24 de abril. Também será marcado por homenagens aos maestros Neemias Lopes e Marcelo Tinoco, além dos ícones potiguares K-Ximbinho e Ademilde Fonseca

Os chorões potiguares estão de volta às ruas e botecos para celebrar o Dia Nacional do Choro, data instituída desde o ano 2000, por meio da Lei n° 10.000, para marcar o nascimento de Alfredo da Rocha Viana, o Pixinguinha, o pai do mais antigo gênero musical tipicamente brasileiro.

Após dois anos sem ser realizado na cidade por conta da pandemia, o festejo terá formato presencial nos dias 22, 23 e 24, no Centro Histórico.

Todas as apresentações terão acesso gratuito. O Dia Nacional do Choro tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Secult e Fundação Capitania das Artes.

A realização é da Beju Produções.

A comemoração reafirma a importância da contribuição norte-rio-grandense para o Choro, tanto através dos clássicos como o maestro K-Ximbinho (1917-1980), a cantora Ademilde Fonseca (1921-2012), passando por intérpretes como Renato Tito e Grupo Sonoro.

Até a nova geração, como Jubileu Filho, que lançou recentemente um disco de Choro dedicado à guitarra, uma novidade no gênero, e Priscila Matos, pianista e compositora cujo trabalho é voltado para interpretações de obras de Chiquinha Gonzaga.

Serão 14 atrações se apresentando em vários locais da cidade.

Uma das atrações inéditas será a lendária Catita Choro e Gafieira, para lembrar os músicos Marcelo Tinoco e o maestro Neemias Lopes, ambos falecidos recentemente.

O grupo se apresentará pela primeira vez depois do falecimento desses dois músicos fundamentais no resgate e manutenção do choro em nossa cidade.

O Centro Histórico será o reduto do choro a partir da sexta-feira (22) com a apresentação da banda titular do Buraco da Catita e ainda o Regional Choro do Elefante, a partir das 20h.

Seguirá no sábado (23), no centro histórico de Natal, começando às 10 hs da manhã na praça Padre João Maria com apresentação do tradicional Choro do Caçuá, banda formada por alguns dos principais músicos do gênero.

Já no Beco da Lama a programação começa ao meio-dia com Chico Bethoven, Regional Choro do Elefante e Choro de Cordas.

No mesmo horário estará se apresentando no Espaço Cultural Ruy Pereira Priscila Matos e Choro Potengi, Raphael Almeida e Rodolfo Amaral.

No Bardallos Comida e Arte, a partir das 18h, se apresentam Alexandre Moreira, Jubileu Filho e Laryssa Costa.

Para fechar com chave de ouro, no domingo (24), serão duas atrações: Duo Cabroso e Choro da Terra, no Espaço Cultural Jesiel Figueiredo, zona Norte da capital.

Programação

 *22/04*

20h Buraco da Catita – Chico Bethoven e o Regional Choro do Elefante

22h Buraco da Catita – Catita Choro e Gafieira

 *23/04*

10h Praça Pe João Maria (Centro) – Choro do Caçuá

12h Beco da Lama – Chico Bethoven e o Regional Choro do Elefante

12h Espaço Ruy Pereira – Priscila Matos e Choro Potengi

14h Beco da Lama – Choro de Cordas

14h Espaço Ruy Pereira –  Raphael Almeida

16h Beco da Lama – Choro Bom

16h Espaço Ruy Pereira – Rodolfo Amaral

18h Bardallos – Alexandre Moreira

20h Bardallos – Jubileu Filho

22h Bardallos – Laryssa Costa

 *24/04*

16h Espaço Cultural Jesiel Figueiredo – Duo Cabroso

18h Espaço Cultural Jesiel Figueiredo – Choro da Terra

Fonte e foto: Assessoria

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista