Ministério Público 19/02/2022 11:30

Quando será preso? Janot recorre de decisão do STF sobre suposto plano de matar Gilmar Mendes

Ex-procurador-Geral da República pede que investigação seja arquivada. Em 2019, Rodrigo Janot relatou que entrou armado no STF com intenção de atirar no ministro

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot recorreu, nesta sexta-feira (18/2), da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de negar o pedido de habeas corpus para trancar e arquivar a investigação sobre o o suposto plano dele para matar o ministro do STF Gilmar Mendes.

O inquérito teve início em 2019, quando Janot publicou em biografia e deu entrevistas afirmando que se deslocou armado até o STF com a intenção de atirar no magistrado.

“Não ia ser ameaça, não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele [Gilmar Mendes] e depois me suicidar”, declarou Janot à época ao jornal O Estado de S.Paulo.

“Ele estava sozinho”, disse.

“Mas foi a mão de Deus. Foi a mão de Deus”, repetiu o procurador ao justificar porque não concretizou a ação. “Cheguei a entrar no Supremo (com essa intenção)”, relatou. “Ele estava na sala, na entrada da sala de sessão. Eu vi, olhei, e aí veio uma mão”, contou.

Janot afirmou que estava se sentindo mal e pediu para o vice-procurador-geral da República o substituir na sessão do STF. A cena não está narrada em detalhes no livro Nada Menos que Tudo (Editora Planeta), no qual conta sobre sua atuação no comando da Operação Lava Jato. Janot alega que narrou o fato, mas sem dizer de quem se tratava.

A decisão do ministro-relator Nunes Marques foi proferida em 4 de fevereiro, após o pedido da defesa de Janot. Além do trancamento e arquivamento da investigação, os advogados do ex-procurador pedem a restituição dos bens apreendidos do cliente.

Deu em Correio Braziliense

PS: Além de afirmar que entrou armado no STF para matar o Ministro Gilmar Mentes, o pinguço Janot armou um golpe, junto com o bandidão da JBS,  para derrubar o Presidente Michel Temer.

A armação quase provoca o impeachment de Temer.

Rodrigo Janot já deveria ter sido preso. Por muito menos o STF agiu. 

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista