Universidade 09/02/2022 08:38

Covid-19: Unicamp adia retorno das aulas presenciais para 14 de março

Retomada das atividades estava prevista para o dia 3 de março. Instituição alegou que decisão possibilita adaptação às novas condições sanitárias impostas pelo surto de casos da doença.

Unicamp anunciou, na noite desta terça-feira (8), o adiamento do retorno das aulas presenciais para o dia 14 de março. A instituição, que em janeiro havia confirmado a retomada para o dia 3 de março, alegou que o intervalo maior possibilitará uma “adaptação às novas condições sanitárias” impostas pela Covid-19 e uma volta com segurança.

Unicamp ainda explicou que o adiamento foi definido após reuniões com diretores de unidades, representações docentes, de funcionários e de estudantes, além de associações e sindicatos. De acordo com a nota divulgada pela instituição nesta quinta, a proximidade da data original com o Carnaval também pesou na decisão.

“Durante esse processo, nossa equipe esteve atenta ao cenário externo e manteve canais de escuta à comunidade, sempre consciente da necessidade de adaptações”, diz um trecho do comunicado.

Força-tarefa e protocolos contra Covid

Unicamp estabeleceu em janeiro deste ano uma força-tarefa para criar regras e fazer adequações nos campi para voltar a receber alunos e funcionários, além de evitar o contágio da doença. O uso de máscara, distanciamento e comprovante de imunização completa (duas doses ou dose única) contra o coronavírus serão obrigatórios. Veja abaixo mais regras e protocolos.

A força-tarefa, que recebeu o nome de “Programa mão na massa”, tem ainda como meta rastrear a variante ômicron do coronavírus, que tem causado uma explosão de registros positivos neste início do ano, e estimular a testagem para identificar infectados.

No caso do número total de alunos exceder a capacidade do ambiente, parte dos alunos será colocada no que a Unicamp chamou de “salas gêmeas”. O local consiste em espaço onde os estudantes poderão acessar o conteúdo da aula através de uma tecnologia adquirida pela universidade.

Quanto à obrigatoriedade da imunização completa, a determinação vale para todos os alunos regulares de graduação, pós-graduação, extensão e dos Colégios Técnicos que queiram acessar qualquer espaço da universidade. O certificado deve ser apresentado no site da diretoria acadêmica. A apresentação ao professor não será aceita.

Deu em G1

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista