Segurança 08/02/2022 07:59

Delegados da Polícia Civil aderem à paralisação

Os delegados têm nova reunião agendada com o governo hoje à tarde e, logo em seguida, voltarão a deliberar sobre os rumos do movimento.

Em assembleia realizada na tarde de ontem (7) os delegados de Polícia Civil decidiram, por maioria dos votos, paralisar todas as atividades (ordinárias e extraordinárias) até uma nova reunião.

A decisão se deu em razão dos rumos da negociação com Governo do Estado em torno do adicional por tempo de serviço da categoria, que é alvo de uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Ministério Público.

A retirada do ADTS pode significar a perda de até 35% do salário dos policiais civis.

A Adepol, em conjunto com as demais entidades de classe, tentam negociar desde abril de 2021, sem sucesso. Agora, o governo pretende novamente protelar a resolução do problema, o que não é aceito pela classe.

Os delegados têm nova reunião agendada com o governo amanhã à tarde e, logo em seguida, voltarão a deliberar sobre os rumos do  movimento.
Em assembleia realizada na tarde de ontem (7) os delegados de Polícia Civil decidiram, por maioria dos votos, paralisar todas as atividades (ordinárias e extraordinárias) até uma nova assembleia.
Os delegados têm nova reunião agendada com o governo hoje à tarde e, logo em seguida, voltarão a deliberar sobre os rumos do movimento.
Fonte: Assessoria
Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista