Brasil 04/02/2022 07:30

Dobra número de brasileiros descendentes de judeus atrás de cidadania portuguesa, diz agência

De acordo com a atual lei portuguesa, qualquer descendente de judeu da época da Inquisição, sendo ou não cristão-novo, tem direito à cidadania do país. Por isso, muitos dos solicitantes têm sobrenomes como Costa, Fonseca, Oliveira e Santos.

A procura da cidadania portuguesa por brasileiros descendentes de judeus que fugiram de Portugal ou se converteram ao cristianismo durante a Inquisição mais que dobrou em 2021, em relação ao ano anterior.

É o que apontam os dados da Clube do Passaporte, empresa que atua em Israel e no Brasil auxiliando interessados na obtenção do documento português.

Em 2021, 2.500 pessoas desse grupo solicitaram o serviço, contra 950 no ano anterior. Neste mês de janeiro, a empresa já recebeu 423 solicitações.

De acordo com a atual lei portuguesa, qualquer descendente de judeu da época da Inquisição, sendo ou não cristão-novo, tem direito à cidadania do país. Por isso, muitos dos solicitantes têm sobrenomes como Costa, Fonseca, Oliveira e Santos.

Para comprovar essa ascendência, um genealogista especializado faz uma pesquisa que pode chegar até a 15ª geração.

Deu em Yahoo Brasil

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista