Governo Federal 12/08/2021 09:56

Governo federal é o maior proprietário de aviões no Brasil

Dentro da estrutura do estado, quem mais possui aeronaves é a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Pode não parecer, mas o maior proprietário de aviões civis no Brasil está longe de ser qualquer uma das empresas aéreas conhecidas.

Na verdade, elas não estão nem entre as dez pessoas físicas ou jurídicas com a maior quantidade de aeronaves ativas.

O primeiro lugar é do governo federal, mais especificamente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o órgão regulador responsável por acompanhar o setor.

As informações estão no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) e foram analisadas pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

São 320 aeronaves registradas em nome da agência, entre as 21.595 listadas em relatório da RAB. Na conta, os modelos militares pertencentes à Força Aérea Brasileira não aparecem.

Confira, no gráfico, quantas aeronaves civis os dez primeiros lugares na lista possuem:

“As aeronaves foram adquiridas antes da criação da Agência pelo Ministério da Defesa, por intermédio do Comando da Aeronáutica”, explicou a assessoria de imprensa do órgão.

“Com a criação da Anac, os aviões foram incorporados ao patrimônio da agência. É importante esclarecer que após receber as aeronaves, a Anac, com vistas ao fomento da instrução de aviação civil no país, cedeu o uso e a operação delas às escolas de instrução de voos e aeroclubes”, prosseguiu.

Entre os modelos mais comuns, estão os Aero Boero AB115 e AB180, monomotor a pistão, desenvolvida por uma fabricante argentina.

Na época, foram repassadas 320 aeronaves para a Anac, das quais 208 estão em operação ou passíveis de recuperação.

“As demais ficaram inoperantes pelo tempo de uso (falta de peças para reposição no mercado, visto que são aeronaves antigas) ou se acidentaram ao longo dos anos”, explicou o órgão. Procurada, a Aeronáutica não respondeu até o fechamento desta edição.

O estabelecimento com o maior número de aviões pertencentes ao governo federal é a Escola de Pilotagem de Maricá, com 18. Empatados em segundo lugar estão o aeroclube do Paraná e de Juiz de Fora (MG), com 12. Apesar de estarem em nome da agência, a manutenção e o gasto com combustível são de responsabilidade dos estabelecimentos que abrigam os equipamentos.

Outros donos

Além do governo federal, os bancos marcam forte presença na lista de empreendimentos que possuem aviões. Essas aeronaves, no entanto, não são, em grande maioria, de uso das próprias instituições financeiras.

Elas estão ali por conta da maneira como é organizado o setor aéreo.

Quando uma companhia aérea precisa de um avião, ela costuma fazer uma operação denominada leasing aeronáutico, que funciona como um aluguel.

Mediante um pagamento mensal, as empresas aéreas alugar o avião por tempo determinado em contrato e podem trocar por outro quando quiserem, sem serem donas do aeroplano.

Deu em Metrópoles

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista