Vacina 18/12/2020 07:59

Vacina da Moderna pode ser usada de forma emergencial nos EUA

Um comitê de especialistas votou pela aprovação emergencial de uma segunda vacina a ser usada contra o coronavírus nos Estados Unidos, produzida pela empresa Moderna.

Um comitê de especialistas votou pela aprovação emergencial de uma segunda vacina a ser usada contra o coronavírus nos Estados Unidos, produzida pela empresa Moderna.

A agência sanitária do país, a Food and Drug Administration (FDA), provavelmente seguirá a recomendação, o que significa que a vacina Moderna poderá começar a ser aplicada nos Estados Unidos já na próxima semana.

A reunião dos especialistas, realizada nesta quinta-feira (17/12), teve placar de 20 a 0, e uma abstenção, pela aprovação emergencial. Na avaliação dos consultores, os benefícios da imunização superam os riscos.

Há uma semana, a mesma comissão aprovou a vacina da Pfizer, que foi confirmada pelo FDA no dia seguinte e já está sendo aplicada na população — em uma primeira etapa, apenas em profissionais de saúde e idosos vivendo em casas de repouso.

No início da semana, o FDA divulgou dados confirmando que a vacina da Moderna tem 94% de eficácia.

O governo americano e a empresa já acordaram a compra de 200 milhões de doses e, assim que a aprovação pelo FDA for confirmada, 6 milhões já poderiam ser entregues.

A urgência é enorme: os EUA são de longe o país com o maior número de casos e óbitos por covid-19 no mundo.

No início desta semana, as mortes passaram da marca de 300 mil.

Deu na BBC

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista