Ciência 14/07/2020 11:37

Universidade da Rússia diz ter terminado teste de vacina contra covid-19

Os testes clínicos de uma vacina que está sendo desenvolvida na Rússia contra o novo coronavírus foram concluídos, segundo a Universidade de Sechenov.

Os testes clínicos de uma vacina que está sendo desenvolvida na Rússia contra o novo coronavírus foram concluídos, segundo a Universidade de Sechenov.

Neste domingo (12), a chefe da pesquisa, Elena Smolyarchuk, afirmou à agência de notícias russa TASS que a pesquisa mostrou que a vacina é efetiva contra a doença. Apesar disso, a vacina, que é desenvolvida pelo Gamaleya Institute, consta na lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) como em “fase 1 de testes”.

Para uma vacina ser aprovada e distribuída, ela precisa passar por três fases de testes.

A fase 1 é a inicial, quando as empresas tentam comprovar a segurança de suas vacinas em seres humanos; a segunda é a fase que tenta estabelecer que a vacina produz sim imunidade contra um vírus, já a fase 3 é última fase do estudo, tenta demonstrar a eficácia da vacina.

Para que uma vacina seja finalmente disponibilizada para a população, é necessário que essa fase seja finalizada e que a proteção receba um registo sanitário. Por fim, na fase 4, a vacina é disponibilizada para a população.

“A pesquisa foi concluída e mostrou que a vacina é segura. Os voluntários serão liberados nos dias 15 e 20 de julho”, disse Smolyarchuk. Apesar da alta, os voluntários seguirão sendo monitorados por seis meses para checar os efeitos da proteção.

Segundo o jornal russo Moscow Times, a intenção da Rússia é que a vacina já comece a ser distribuída em agosto.

Deu em Exame

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista