Comércio 20/04/2020 10:10

Fiesp cria plano para economia sair cautelosamente da quarentena

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) divulgou no sábado (18.abr.2020) uma proposta (íntegra – 27 MB) de afrouxamento gradual da quarentena para a retomada da atividade econômica no Brasil.

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) divulgou no sábado (18.abr.2020) uma proposta (íntegra – 27 MB) de afrouxamento gradual da quarentena para a retomada da atividade econômica no Brasil.

O plano estabelece 1 cronograma para o retorno das atividades.

De acordo com a Fiesp, a cada 7 dias, a situação da epidemia deve ser reavaliada e, com isso, os protocolos relaxados ou intensificados. A federação não chega a sugerir 1 dia específico para a abertura de estabelecimentos, defendendo que isso fique a cargo dos gestores públicos.

A Fiesp sugere ainda que setores passem a funcionar em horários alternados para diminuir a chance de contágio. Eis a escala proposta.

A proposta menciona também o contexto social das áreas mais pobres do país, o que tornaria mais difícil o isolamento social. Neste cenário, segundo a fundação, é essencial que os setores público e privado atuem juntos. “Governos devem montar áreas de isolamento para a população de risco que habita domicílios altamente populados –hotéis ociosos podem ser aproveitados”, sugere a organização.

MUNDO SE PREPARA PARA AFROUXAR QUARENTENA

Além das propostas para a retomada das atividades no Brasil, o relatório da Fiesp elenca o que já foi ou está sendo feito em diferentes países para sair da quarentena.

Deu em Poder360

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista