Aviação 09/03/2020 11:28

Resolução camarada da Anac pode render R$ 700 milhões a operadora de aeroporto

A resolução camarada nº533 da Anac, “agência reguladora” de aviação civil, datada de novembro, abriu caminho para a concessionária Inframérica devolver o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), alegando prejuízos na operação, com “direito” a indenização pelos R$ 700 milhões que alega ter investido no terminal.

A resolução camarada nº533 da Anac, “agência reguladora” de aviação civil, datada de novembro, abriu caminho para a concessionária Inframérica devolver o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), alegando prejuízos na operação, com “direito” a indenização pelos R$ 700 milhões que alega ter investido no terminal.

A concessão do terminal a 36km de distância de Natal foi obtida em 2011 como obra da Copa do Mundo de 2014, financiada pelo BNDES e valeria até 2040. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Inframérica, também dona do aeroporto de Brasília, tenta “devolução amigável” do aeroporto potiguar. Amigos na Anac, pelo visto, já tem.

Presidente da Inframérica, Jorge Arruda reclamou que “a operação do terminal” ficou “financeiramente desafiadora”. Qual negócio não o é?

Segundo a empresa, a dívida com o BNDES será quitada e caberá à Anac calcular a indenização milionária.

Deu em Diário do Poder

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista