Artigo 04/03/2020 10:05

A nobre vereadora de Macau tem razão

Por Ricardo Rosado de Holanda

É claro que aos olhos dos mais crédulos (e até sinceros) a obra pode parecer uma excrescência ética.

É claro que aos olhos dos mais crédulos (e até sinceros) a obra pode parecer uma excrescência ética.

Mas a nobre vereadora de Macau, que reascendeu o “rouba mais faz de Ademar de Barros, foi precisa e irônica. Além de uma aula de história.

Não vou me perdoar por ter esquecido do nome dela depois deste pronunciamento sincero e esclarecedor.

“Rouba mas faz” está na cultura, na prática dos mais velhos e no desejo de muitos novos.

De cima pra baixo.

O “rouba mas faz” é uma desgraça entranhada na política. Mais recentemente junto com empresas.

A supresa de alguns é como se o país não vivesse a Lava Jato.

Aliás, anda muito calada.

O que está acontecendo com a Lava Jato?

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista