Judiciário 20/02/2020 10:17

“Judiciário é de graça para a população”, diz Toffoli

A Constituição de 1988 trouxe um pacto social a um custo econômico, mas conseguiu arbitrar um país extremamente complexo dando sua Justiça universal.

A Constituição de 1988 trouxe um pacto social a um custo econômico, mas conseguiu arbitrar um país extremamente complexo dando sua Justiça universal.

“Muitos falam do custo da Justiça no Brasil. “Ah, o Judiciário no Brasil é muito caro.” Mas é de graça. Vamos e venhamos, todo mundo que já teve acesso à Justiça sabe que os custos são mínimos. Vai comparar com o Reino Unido, vai comparar com os Estados Unidos?”, questionou o presidente do Supremo Tribunal Federal e presidente do Conselho Nacional de Justiça, Dias Toffoli.

No quarto vídeo da série da entrevista exclusiva dada em visita à TV ConJur, o ministro disse que, em países mais desenvolvidos, muitos não vão à Justiça porque não têm dinheiro para pagar.

“Nós temos uma estrutura de Defensoria Pública, que é quem melhor lê o Judiciário, porque o faz pelo mais pobre (…) Isso tem um preço. E a sociedade tem que saber que esse é um preço digno para a gente manter uma sociedade com 210 milhões de habitantes, com diferenças sociais entre as pessoas, econômicas entre as regiões do país, e harmonizar todo esse universo. Isso não é fácil.”

Deu em Conjur

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista