Economia 29/11/2017 09:37

Rendimento das mulheres é 22,9% menor que o dos homens

Em 2016, o mercado de trabalho brasileiro era composto por 88,9 milhões de pessoas ocupadas com 14 anos ou mais de idade.

Em 2016, o mercado de trabalho brasileiro era composto por 88,9 milhões de pessoas ocupadas com 14 anos ou mais de idade.
Apesar de as mulheres representarem mais da metade da população em idade de trabalhar, os homens preencheram 57,5% dos postos de trabalho.
Entre a população ocupada, o rendimento médio mensal real foi de R$ 2.149.
As mulheres receberam, em média, R$ 1.836, o equivalente a 22,9% menos do que os homens (R$ 2.380).
O Sudeste teve a maior média de rendimento para homens (R$ 2.897) e mulheres (R$ 2.078), porém teve a maior desigualdade, com as mulheres ganhando 28,3% menos do que os homens.
O Norte (R$ 1.567) e o Nordeste (R$ 1.427), que têm os menores rendimentos médios, tiveram a menor desigualdade salarial, com as mulheres ganhando, respectivamente, 10,8% e 11,6%, menos do que os homens.
Rendimento médio mensal real, efetivamente recebido no mês de referência,
de todos os 
trabalhos, a preços médios de 2016, segundo o sexo – 2016

Deu no Portal do IBGE

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista