Sem categoria 23/01/2017 14:35

Indústria reage e cresce 3% em dezembro

Por fatorrrh_6w8z3t

Puxado por um dezembro já um pouco melhor, 2017 parece ter começado com ritmo menos desanimador para atividade econômica, que pode se estabilizar já neste primeiro trimestre.
Os dados do mês do passado sugerem que o quarto trimestre de 2016 não foi de todo ruim para a atividade.
Com base em indicadores antecedentes da indústria já divulgados, economistas avaliam que a produção mostrou um repique no último mês do ano passado, com alta de cerca de 3%, depois da surpresa negativa com os dados de novembro.
A expansão, concentrada nas fábricas de veículos, tende a compensar o desempenho fraco esperado para o varejo em igual período e evita tombo mais forte, na casa de 1%, do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos três meses.
As notícias um pouco mais positivas para a economia no último bimestre do ano passado, depois de quatro meses seguidos de resultados aquém do esperado, ajudam também o início de 2017.
Para analistas e empresários ouvidos, os dados relativamente melhores, ao lado do ciclo de afrouxamento monetário, dão fundamentos para que a confiança volte a crescer.
Segundo a Anfavea, entidade que reúne as montadoras, a produção total de veículos avançou 40,6% em dezembro, na comparação com igual mês do ano anterior.
Com ajuste sazonal, a variação corresponde a uma alta de 14,5% ante novembro, nos cálculos da MCM Consultores.
O salto de dois dígitos na produção de veículos é o principal fator que deve ter impulsionado a produção total no mês, mas outros dados também tiveram alta.
Medido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) em parceria com a Tendências Consultoria, o fluxo pedagiado de veículos nas estradas cresceu 4,8% na passagem mensal, dado dessazonalizado.
Deu no Portal da Fiern

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista