Sem categoria 05/08/2014 04:05

Novos hábitos favorecem o empreendedorismo regional

Por fatorrrh_6w8z3t

Ela conta que essa movimentação tem ajudado na construção de uma nova cultura na região, já que esses migrantes que voltam a casa levam consigo pensamentos e conhecimentos que aprenderam em outros locais.
Isso favorece o empreendedorismo na região, que tem ganhado diversos negócios em cidades do interior, como lojas de café.
Além disso, iniciativas de venda direta de empresas como Avon e Jequiti têm ajudado a fomentar o trabalho informal, dando instrumentos para o nordestino começar a empreender.
Tudo isso se deve às transformações pela qual a região passou, principalmente, nos últimos dez anos, com o aumento da população com idade economicamente ativa e políticas públicas direcionadas para a região.
O investimento de empresas multinacionais, brasileiras e regionais na região também são fatores que explicam o aumento da renda da população, assim como a ascensão da classe C, repetindo o cenário nacional.
Mas, segundo a diretora, ainda há muito trabalho a ser feito.
“Vivemos o começo de uma transformação social e econômica local que está crescendo, mas ainda há regiões que demandam muita atenção e ampliação de iniciativa”, comenta.
Ela conta que é preciso que as empresas entendam que apesar de o Nordeste ser uma única região, é muito peculiar e precisa de atenção especial.
“A empresa não pode chegar no Estado e tentar vender como em São Paulo. Não funciona. Nestle e Kraft, por exemplo, lançaram produtos específico para o consumidor do Nordeste”, conta.
Deu no Meio&Mensagem

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista