Sem categoria 26/05/2014 11:34

Quadrilha envolve drogas, corrupção política e lavagem de dinheiro

Por fatorrrh_6w8z3t

Veja as conexões descobertas pela PF:
(clique na imagem para abrir o infográfico em tamanho maior)

Conforme o inquérito, na maior parte das operações de câmbio é utilizado o sistema de dólar-cabo, quando o agente se vale da estrutura de uma instituição financeira clandestina para realizar o crime.
No linguajar da quadrilha, dinheiro é “carbono”, “papel” e “documento”.
Na órbita de Habib, gravitam diversas estruturas paralelas envolvendo um grupo de doleiros, entre eles Youssef. Na tentativa de driblar eventuais grampos, são utilizados curiosos apelidos. Habib é ZeZé, Youssef é Primo ou Beto. Mas em termos de imaginação, ninguém supera Nelma Kodama, presa com 200 mil euros na calcinha.
Entre os pseudônimos usados por Nelma, estão Greta Garbo, Cameron Diaz e Azurita Azul. Seus comparsas são identificados como Asterix e Samuel L. Jackson. E, nas entregas de dinheiro no país, a senha muitas vezes utilizada era “ingressos para jogo do Corinthians”.
Nelma é uma figura controversa. Foi amante de outro doleiro detido na Lava-Jato, Raul Henrique Srour, com quem andava às turras nos últimos tempos por conta de um calote. Em mensagens interceptadas, ela aparece utilizando policiais civis para extorquir o ex-amante, que, em contrapartida, ameaçava divulgar fotos íntimas da doleira.
Deu em Zero Hora

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista