Sem categoria 26/03/2014 04:50

Prédio imprestável do MP custaria hoje mais de R$ 1,7 milhão

Por fatorrrh_6w8z3t

Um engenheiro mandou para o Fator RRH, aproveitando a polêmica sobre o prédio imprestável que o Ministério Público comprou por R$ 850 mil e depois abandonou por seis anos, um levantamento de quanto custaria hoje o edifício a partir da aplicação de correções financeiras.
Claro que se o prédio não tivesse sido abandonado e encontrar-se hoje absolutamente imprestável.
Vejam as correções financeiras:
Se usar o CUB (Custo Unitário Básico) do Sinduscon RN), entre janeiro de 2006, data da compra do prédio a fevereiro de 2014, baseado no preço anunciado da compra ( R$ 850.000,00) o imprestável custaria hoje R$ 1.785.143,00.
Caso a correção financeira fosse feita pelo INCC ( Índice Nacional da Construção Civil) da Fundação Getulio Vargas, no mesmo período de  janeiro de 2006 a fevereiro de 2014,
o prédio abandonado custaria hoje R$ 1.480.839,00.
É muita grana jogada fora.

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista