Sem categoria 04/02/2014 14:14

Filho de Eduardo Coutinho confessou o assassinato

Por fatorrrh_6w8z3t

O delegado Rivaldo Barbosa, titular de Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro, afirmou nesta terça-feira que o assassinato do cineasta Eduardo Coutinho “é um crime esclarecido”.
Em entrevista ao RJTV, da TV Globo, Barbosa afirmou que o filho do diretor Daniel Coutinho confessou que matou o pai a facadas e feriu a mãe.
Em depoimento de cerca de duas horas no hospital municipal Miguel Couto, na zona sul do Rio, para onde foi levado no último domingo, ele confessou que “tentava o suicídio. Para não deixar os pais desamparados, vai ao encontro da mãe e a perfura, mas ela se abriga (num cômodo da casa).
O pai sem oferecer resistência, morre.
Ele depois dá duas facadas no próprio abdômen e vai pedir ajuda aos vizinhos”.
Internada num hospital particular do Rio, a esposa de Coutinho, Maria das Dores de Oliveira Coutinho, 62 anos, continua em estado grave, porém estável, com perfurações na altura do peito e abdômen. Coutinho, 81 anos, foi enterrado na tarde de ontem no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul da capital.
“Ele disse que tinha medo de viver. Sobre o fato de ter alguma doença mental, não há nenhuma relação direta entre a doença mental e a prática de crime. O crime foi esclarecido pela divisão de homicídios”, concluiu ainda o delegado.
Deu na Istoé

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista

mais lidas