Sem categoria 24/11/2013 08:32

Aplicativo que classifica os homens faz sucesso nos EUA

Por fatorrrh_6w8z3t

Os usuários ativos do Twitter e do Facebook certamente devem ter visto postagens e brincadeiras com a hashtag #Lulu nesta sexta-feira, 22.
O motivo da movimentação foi a notícia de que o App do mesmo nome, que faz sucesso nos Estados Unidos, já está disponível para as usuárias brasileiras e que, em breve, deverá ter seu lançamento oficial no País.
Polêmico, o Lulu oferece às mulheres a chance de levar para as redes sociais um hábito bem comum entre as rodinhas femininas: classificar os homens (sejam eles ex-namorados, paqueras, ficantes ou apenas amigos), salientando suas qualidades e, principalmente, escancarando seus principais defeitos.
Para funcionar, o aplicativo pede o acesso da conta da usuária no Facebook.
Antes disso, o app faz algumas questões para certificar que aquele perfil é realmente de uma mulher. Ao abrir a ferramenta, ele automaticamente exibe a rede dos amigos da rede social, oferecendo a chance de responder algumas questões sobre os homens da lista. As respostas vão gerando bem-humoradas hashtags que classificam os homens de forma positiva (como #aiseeutepego e #fazinvejanasamigas) ou negativas (#nuncapasseanoite), por exemplo.
Ao levar em conta essas avaliações, o Lulu faz uma contagem e gera uma nota, que é estampada ao lado da foto de cada um dos moços avaliados. É possível, também, visualizar os perfis que já foram avaliados por outras mulheres. De acordo com reportagem do jornal Zero Hora, o aplicativo foi criado por Alexandra Chong, que vive em Los Angeles, nos Estados Unidos. A ideia teria nascido quando alguns amigos sugeriram a Alexandra que classificasse os hábitos estranhos de seu ex-namorado.
Nos Estados Unidos, o número de usuárias da ferramenta já passa de 1 milhão.
Ainda de acordo com o Zero Hora, a versão em português do Lulu, que está disponível no Brasil há uma semana, já figura na lista dos 15 aplicativos mais baixados da iTunes Store.
O app também pode ser baixado nos aparelhos com o sistema Android.

Deu em Meio&Mensagem
Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista