Sem categoria 21/11/2013 08:35

"Um desastre total", diz Amaro Sales

Por fatorrrh_6w8z3t

Deu no Portalnoar
Por Virgínia França
“Um desastre total”.
Essa é a declaração do presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales sobre o desempenho do Estado no leilão de energia A-3, onde nenhum dos 71 projetos inscritos no RN foram contratados.
“Nos últimos três leilões, o Rio Grande do Norte vem perdendo a dianteiras nos projetos eólicos, tem sido um desastre”, declara.
Para o presidente da Fiern o que culminou a nenhuma adesão é a falta das linhas de transmissão no Estado, “um grande gargalo”, que desencadeia diversos empecilhos, como o licenciamento.
Nesse efeito dominó, uma grande prejudicada é a indústria potiguar. Amaro fala que as indústrias deveriam ser beneficiadas com a energia gerada dentro do Estado.
O presidente da Fiern afirma a necessidade de uma manifestação no governo estadual junto com outras instituições relacionadas ao assunto para que isso não ocorra no próximo leilão da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).
“A Fiern irá procurar a governadora Rosalba Ciarlini para saber quais serão as medidas tomadas. Vamos criar um entendimento”, garante. Amaro ainda aponta a atuação da Chefs no Rio Grande do Norte como “a grande causadora disso, por não assumir suas responsabilidades e não ser penalizada”.

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista