Sem categoria 06/11/2013 14:23

CREA/RN lança nota de repúdio contra Ministro

Por fatorrrh_6w8z3t

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RN lançou hoje nota de repúdio contra declarações do Ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.
Segundo o Ministro o atraso nas obras nos aeroportos e cidades brasileiras é de responsabilidade dos engenheiros.
Leiam a íntegra da nota:
O CREA – RN vem, a público, repudiar as declarações do ministro-chefe da Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República, Wellington Moreira Franco que responsabilizou os engenheiros brasileiros pelos atrasos nas obras dos aeroportos das cidades que sediarão os jogos da Copa do Mundo 2014.
Durante o Encontro Nacional de Editores da Coluna Esplanada, o Ministro fez a seguinte declaração: “Os jovens não saem bem formados da faculdade e os projetos são muito ruins. Os engenheiros são ruins”.
Para o Presidente do CREA – RN, engenheiro Modesto Ferreira dos Santos Filho, ao criticar os engenheiros brasileiros, o Ministro Moreira Franco demonstra, claramente, o desejo de transferir para esses profissionais a responsabilidade, cabível ao Governo Federal, pelos atrasos das obras dos aeroportos.
Apesar da decisão do Brasil sediar a Copa do Mundo/2014 ter acontecido em 2007, podemos verificar que o processo licitatório para execução dessas obras só ocorreram no ano de 2011.
Portanto, fica comprovado a cômoda situação do Governo Federal, representado pelo Ministro, em imputar a responsabilidade aos engenheiros, em vez de admitir que não houve um plausível e criterioso planejamento, avalia Modesto
As declarações do Ministro Moreira Franco expressam um parecer que desqualifica e atinge, de maneira bem generalizada, toda uma categoria de profissionais, legitimamente habilitados, e o sistema educacional brasileiro que os formam.
Destacamos, portanto, que as nossas Universidades tem lançado no mercado, profissionais de alto nível e com contribuições de qualidade inquestionável para o progresso do nosso país.
O CREA–RN encaminhará ofícios a Presidência da República, Casa Civil, Ministério da Educação e Secretaria de Aviação Civil, externando sua indignação e repúdio às declarações do Ministro Moreira Franco.

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista