Sem categoria 10/10/2013 04:42

Metade das famílias gasta mais do que ganha

Por fatorrrh_6w8z3t

O comportamento do brasileiro de não abrir mão do padrão de consumo conquistado levou a uma situação inusitada. Mais da metade dos domicílios (51%) gastou mais do que ganhou em 2012, apesar de a renda média das famílias ter superado as despesas em 2%.
Foi o segundo ano consecutivo que a renda ultrapassou o gasto e a fatia de famílias com o orçamento comprometido continuou alta, aponta pesquisa da Kantar Worldpanel. Em 2011, 52% das famílias estavam nessa condição.
A perspectiva é que número de domicílios com o orçamento comprometido – e, portanto, endividados – continue elevado. Isso porque essas famílias não deixaram de comprar alimentos, bebidas e artigos de higiene e limpeza mais sofisticados que experimentaram nos últimos anos.
As famílias optaram por cortar quantidades compradas, diminuir as idas às lojas e até trocar o local de compras para preservar as conquistas.
Isso é o que revelam duas pesquisas que representam o universo de consumo de bens não duráveis de 48 milhões domicílios. Essas pesquisas são feitas regularmente pelas consultorias Nielsen e Kantar Worldpanel. Apesar de os números serem diferentes por questões de metodologia, os resultados apontam para a mesma direção,
“Agora o brasileiro busca substituição de produtos em algumas cestas, em outras mantém itens mas reduz volumes e, no geral, está diversificando os canais de compras”, afirma Olegário Araújo, diretor de Atendimento da Nielsen. “É um consumidor malabarista: vive na corda bamba para manter o padrão de compras com o orçamento apertado.”
Deu no Estado de São Paulo

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista