Sem categoria 17/09/2013 04:28

PMDB quer um projeto para o RN

Por fatorrrh_6w8z3t

HA2 HA4

O presidente estadual do PMDB, Henrique Eduardo Alves, afirmou hoje que a prioridade do partido passa a ser a elaboração de um projeto, de uma ideia, que se contraponha às notórias dificuldades com que o Estado se defronta.
Falando na reunião das bases partidárias em que foi homologado o rompimento com o projeto político-eleitoral da governadora Rosalba Ciarlini, Henrique voltou a dizer que o tempo do radicalismo e da intolerância passou:
“Rompemos com o projeto político da governadora, mas não rompemos com o Rio Grande do Norte, nem com as suas necessidades. Para enfrentá-las e combatê-las, tanto eu quanto o ministro Garibaldi Filho sempre estaremos disponíveis para contribuir”.
O encontro peemedebista foi realizado no auditório do Praiamar Hotel, em Ponta Negra, que estava completamente lotado. Também foi aprovada a decisão da executiva estadual do partido de apresentar candidatura própria ao Governo do Estado na eleição de 2014. “De posse do nosso projeto, bateremos às portas de todos os partidos e de todas as instituições da sociedade civil. Não imporemos nada. Apresentaremos o nosso projeto, pediremos que seja avaliado e que possa ser enriquecido pela contribuição de todos que estiverem dispostos a trabalharem conosco na construção de uma nova esperança para o Rio Grande do Norte”, enfatizou.
Para Henrique Alves, o Rio Grande do Norte não quer uma vaidade; o Rio Grande do Norte quer uma ideia;  o Rio Grande do Norte não quer um nome, o Rio Grande do Norte quer um projeto; o Rio Grande do Norte não quer uma candidatura, o Rio Grande do Norte quer uma esperança para o futuro.
Ele assinalou em seguida que a proposta peemedebista está sendo elaborada sob a coordenação do ex-governador Geraldo Melo, com a participação da Fundação Ulysses Guimarães. “Será um trabalho sério, responsável, de fôlego e cuja execução dependerá da força e da união de todos, sem qualquer ressentimento”, garantiu.
 
O deputado disse ainda: “Seria muito fácil dizer: queremos uma melhor educação; isso todos dizem. Queremos uma melhor segurança, estamos cansados de ouvir. Queremos uma melhor saúde, que trate das doenças do povo. Quem já não ouviu essa frase tantas vezes? Nós não queremos a mesmice. Nós queremos aquilo que o povo acredite e confie”. Henrique Eduardo Alves destacou que é preciso aliados. “Portanto, não me perguntem por inimigos do passado. Perguntem-me por aqueles amigos que querem se unir para fazer o Rio Grande do Norte melhor e cheio de esperança.”
Participaram da reunião peemedebista: o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho; o ex-governador Geraldo Melo; ex-deputados federais Antônio Câmara, Ana Catarina, Álvaro Dias e Cipriano Correia; deputados estaduais Nelter Queiroz, Walter Alves, Gustavo Fernandes e Hermano Moraes, prefeitos, ex-prefeitos, vice-prefeitos, ex-vice-prefeitos, vereadores e ex-vereadores e dirigentes partidários de todos os municípios do estado.
A lista de oradores foi aberta pelo ex-governador Geraldo Melo, seguindo-se o presidente da Câmara Municipal de Caicó, vereador Lobão, a vereadora e presidente do PMDB em Mossoró, Izabel Montenegro, o prefeito de Caicó, Roberto Germano, o prefeito de Espírito Santo, Francisco Araújo, o vereador de Parnamirim, Antônio Batista, seguindo-se as palavras de todos os deputados estaduais e do ministro Garibaldi Filho.
Todos os oradores defenderam a decisão do partido enfrentar a batalha eleitoral do próximo ano com uma candidatura própria ao Governo, respeitando as aspirações dos demais partidos, como destacou o ministro Garibaldi. “Somente assim construiremos uma coligação forte e capaz de nos conduzir a vitória”, completou.
O nome do ministro foi o mais citado, como o ideal para representar o PMDB na disputa de 2014, ao lado de outros expoentes do partido como o presidente Henrique Eduardo Alves, o deputado estadual Walter Alves e o ex-governador Geraldo Melo.
Fonte e fotos: Assessoria

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista