Sem categoria 13/09/2013 11:04

Custos industriais subiram 2% no segundo trimestre

Por fatorrrh_6w8z3t

O Indicador de Custos Industriais aumentou 2% no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado.
A desaceleração no ritmo de crescimento do indicador é resultado, especialmente, da queda dos custos com energia elétrica, capital de giro e tributos, informa o indicador divulgado nesta sexta-feira (6), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
O custo com energia elétrica caiu 16,1%, o com capital de giro recuou 5,7% e o com tributos teve queda de 5,3%.
O Indicador de Custos Industriais é composto por Custo de Produção, Custo de Capital de Giro e Custo Tributário. De acordo com a CNI, o custo de produção – formado pelos custos com insumos, energia e pessoal – cresceu 4,9% no segundo trimestre na comparação com igual período de 2012. Foi a menor alta desde o primeiro trimestre de 2012.
“Parte significativa dessa desaceleração deve-se à queda de 10,5% no custo com energia”, diz a CNI. Essa queda só não foi maior por causa do aumento de 10,6% do óleo combustível.
O custo de energia é formado por energia elétrica e óleo combustível. O custo de produção também foi pressionado pelo aumento de 4,3% nos insumos nacionais e de 4,9% nos importados. Além disso, as despesas com pessoal cresceram 10,1% no segundo trimestre frente ao mesmo período do ano passado.
Para o gerente executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, a queda no ritmo de aumento dos custos verificado no segundo trimestre do ano influencia positivamente a recuperação da indústria brasileira.
Deu no Portal da CNI

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista