Brasil 30/05/2020 09:54

Sobe a 35% os brasileiros que tiveram ou conhecem alguém que teve Covid-19

Pesquisa DataPoder360 indica que mais de 1/3 dos brasileiros diz ter contraído o coronavírus ou conhece alguém que teve a doença.

Pesquisa DataPoder360 indica que mais de 1/3 dos brasileiros diz ter contraído o coronavírus ou conhece alguém que teve a doença.

Até 6ª feira (29.mai.2020), o Brasil contabilizava 465.166 infectados e 27.878 mortos.

No total, 35% afirmaram que têm ou que algum conhecido contraiu a covid-19. Essa taxa representa 1 aumento de 9 pontos percentuais em relação ao levantamento realizado há 15 dias. Em 1 mês, as respostas cresceram 19 pontos.

Já as pessoas que acham que podem morrer caso sejam infectadas pelo vírus ficou estável, com variação negativa, dentro da margem de erro.

Hoje, 27% dos brasileiros acreditam que podem morrer se pegarem o coronavírus. Há 15 dias, eram 30%. Esses percentuais indicam que pode ter chegado ao pico o nível de medo dos brasileiros a respeito dos efeitos da doença –embora o número de mortos tenha escalado nas últimas semanas, ficou do mesmo tamanho o grupo dos que temem morrer por causa da covid-19.

A pesquisa foi realizada de 25 a 27 de maio pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 544 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

As respostas variam pouco entre sexo, idade ou grau de instrução.

A diferença fica maior quando separada por região. No Norte, 6 em cada 10 pessoas tiveram ou conhecem alguém que teve a covid-19. Na Região Sudeste –a mais atingida, mas também mais populosa– a taxa ficou em 30%, menos que o Sul (43%). No Centro-Oeste, somente 15% foram infectados ou são próximos de alguém que tenha sido.

Já o medo de morte pelo coronavírus é maior entre mulheres (31% contra 26% entre os homens).

No caso de idosos com 60 anos ou mais –que estão no grupo de maior risco– 32% acham que podem morrer se contraírem a doença. Entre jovens de 16 a 24 anos, o resultado é 9 pontos menor.

Deu em Poder360

Ricardo Rosado de Holanda

Descrição Jornalista