Brasil 30/05/2020 10:22

Plano de recuperação da economia destaca desoneração da folha de pagamento

O plano de retomada da economia discutido pela equipe do ministro Paulo Guedes é centrado na mesma agenda de reformas que estava sobre a mesa antes da pandemia do novo coronavírus.

O plano de retomada da economia discutido pela equipe do ministro Paulo Guedes é centrado na mesma agenda de reformas que estava sobre a mesa antes da pandemia do novo coronavírus.

“O diagnóstico do que precisa ser feito não mudou. É o mesmo que existia antes da crise e envolve reformas tributária, administrativa, fiscal, abertura comercial, melhoria regulatória e desburocratização, disse o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, em entrevista.

“Depois da crise, a gente vai estar no buraco. A gente vai destravar a economia como? Criando benefícios para os mesmos setores de sempre ou estruturando medidas para todos ganharem?”, afirmou.

Guaranys acredita que a crise econômica e política pela qual passa o governo do presidente Jair Bolsonaro não impede que o Brasil possa realizar as reformas: “Basta que se construa a narrativa correta. Você acha que alguém tem dúvida de que o sistema tributário brasileiro é confuso?”, disse o secretário.

A desoneração da folha de pagamento das empresas é uma das prioridades da equipe econômica. Quando a economia começar a reagir, diz ele, haverá uma massa de trabalhadores na informalidade que precisam ser visíveis ao Estado e que terão mais chances de conseguir emprego se houver contratos mais flexíveis.

Deu em Exame

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista