Artigo 27/02/2020 11:25

Roubo de celular foi o crime mais comum no carnaval

Lendo em vários sites de notícias do país, verifico que o roubo de celulares foi o crime mais comum durante o carnaval.

Lendo em vários sites de notícias do país, verifico que o roubo de celulares foi o crime mais comum durante o carnaval.

As empresas consegue fazer telemóveis (como se diz em Portugal) cada vez mais sofisticados, cheios de tecnologias embarcadas, com recursos inimagináveis até pouco tempo.

Mas não conseguem fazer o celular “desaparecer” logo depois que ele é furtado e o furto comunicado às operadoras e à Polícia.

Torná-lo imprestável.

Sem esta providência alimenta uma cadeia do roubo que vai do ladrão, passa pelo receptador, que pode até mesmo sem uma loja estabelecida, até o novo “proprietário”.

Antigamente, com todo atraso tecnológico, para fazer um telefone “desaparecer”era só desligar da tomada ou deixar “fora do gancho”.

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista