Petróleo 20/02/2020 09:47

Venezuela começa a vender sua estatal de petróleo

Em um gesto de sobrevivência, após décadas no comando do seu setor petrolífero, o governo de Nicolás Maduro resolveu ceder o controle da sua indústria para companhias estrangeiras, para dar fôlego à economia e se manter no poder.

Em um gesto de sobrevivência, após décadas no comando do seu setor petrolífero, o governo de Nicolás Maduro resolveu ceder o controle da sua indústria para companhias estrangeiras, para dar fôlego à economia e se manter no poder.

Trata-se de uma reviravolta na estratégia da Venezuela em relação ao domínio de suas reservas de petróleo, as maiores do mundo e a espinha dorsal da economia do país.Trata-se de uma reviravolta na estratégia da Venezuela em relação ao domínio de suas reservas de petróleo, as maiores do mundo e a espinha dorsal da economia do país.

Sob o peso das sanções americanas e os efeitos da corrupção e má gestão, a Petroleos de Venezuela, ou PDVSA, vem se desintegrando e abrindo espaço para parceiros estrangeiros.

Na prática, companhias privadas vêm extraindo o petróleo bruto, promovendo as exportações, pagando os funcionários, comprando equipamentos e até mesmo contratando equipes de segurança para proteger suas operações no interior do país, hoje em situação de ruína, segundo consultores da área de petróleo que trabalham no país. Para Rafael Ramírez, que dirigiu o setor no país por mais de uma década, o que ocorre é “uma privatização oculta”.

Deu no ex-blog de César Maia

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista