Cidades 06/11/2017 14:23

"O Alecrim está degradado, mas podemos salvá-lo", diz Carlos Eduardo

Segundo o prefeito, o Alecrim tem, atualmente, cinco mil pontos comerciais, que oferecem 35 mil empregos. Mas, já foram oito mil pontos comerciais em funcionamento, gerando oito mil postos de trabalho. A queda desses números, avalia Carlos Eduardo, é consequência da perda de público no centro comercial do bairro.

Segundo o prefeito, o Alecrim tem, atualmente, cinco mil pontos comerciais, que oferecem 35 mil empregos.
Mas, já foram oito mil pontos comerciais em funcionamento, gerando oito mil postos de trabalho. A queda desses números, avalia Carlos Eduardo, é consequência da perda de público no centro comercial do bairro.
“O Alecrim está degradado, fazendo com que os consumidores prefiram ir a outros centros comerciais, porque não conseguem estacionar seus veículos, nem mesmo caminhar nas calçadas. O bairro está sendo abandonado pela população, mas ainda podemos salvá-lo. O Alecrim só não vai acabar se tiver a oportunidade de se revitalizar”, acredita o prefeito.

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista