Sem categoria 11/04/2014 06:51

Indústria cresce no rastro da Copa

Por fatorrrh_6w8z3t

A indústria brasileira está em alta em dois extremos geográficos — no Paraná e no Amazonas, que, de fato, possuem participação reduzida no total do setor, de 7,2% e 3,4%, respectivamente, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São percentuais simplórios em comparação com a liderança paulista, responsável por 35% do setor.
Nos dois casos, Paraná e Amazonas, prevalece a montagem dos produtos, parte tendo como insumo equipamentos importados.
No Paraná, o crescimento é pautado no setor automovito — automóveis de passeios, máquinas agrícolas e caminhões —, impulsionado pela retomada do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Lá estão instaladas grandes montadoras, como Fiat, Nissan, Volkswagen, Renault e Volvo. E também fabricantes de máquinas agrícolas, como a Caterpillar e a CMH.
Mas, no caso, da Zona Franca de Manaus, onde está concentrada a produção do estado da região Norte, a expansão da indústria tem um motivo bastante pontual: a Copa do Mundo, que está estimulando a fabricação de televisores.
Parte dos equipamentos utilizados na produção é adquirida na própria Zona Franca de Manaus, onde acontece sua montagem. As telas de alta definição, entretanto, não são fabricadas internamente e, por isso, pesam sobre a balança comercial.
As fabricantes Samsung e a LG figuram na segunda e terceira colocação no ranking de empresas responsáveis pelo maior volume de importações em fevereiro, atrás apenas da Petrobras, segundo dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). Juntas, importaram US$ 250 milhões no mês.
“Esse tipo de movimentação pesa, certamente, sobre a balança comercial, sobretudo, no grupo de bens intermediários, que já vem demonstrando um volume expressivo de compras externas nos últimos meses”, afirma o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro.
Deu em Brasil Econômico

Ricardo Rosado de Holanda



-

Descrição Jornalista