Prefeitura de Natal 20/07/2022 17:47

Prefeitura abre segunda edição dos Jogos do Idoso

Os jogos serão realizados hoje e amanhã (21), com a organização das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer (SEL) e Trabalho e Assistência Social (Semtas), e contam com o apoio do Conselho Municipal da Pessoa Idosa (CMPI), Unimed Natal e Massas Jucurutu.

Esporte é lazer e saúde.

O lema se adequa perfeitamente ao espírito dos II Jogos Municipais do Idoso, que tiveram sua cerimônia de abertura na manhã desta quarta-feira (20), no Palácio dos Esportes. A iniciativa faz parte da programação do “Julho Branco”, mês que tem como propósito incentivar os hábitos e estilo de vida saudáveis para a população idosa.

Os jogos serão realizados hoje e amanhã (21), com a organização das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer (SEL) e Trabalho e Assistência Social (Semtas), e contam com o apoio do Conselho Municipal da Pessoa Idosa (CMPI), Unimed Natal e Massas Jucurutu.

“O importante de nós estarmos aqui é celebrarmos a vida de cada idoso. Depois de tudo que passamos na pandemia estamos aqui em um momento de celebração”, observou a primeira-dama do município, Amanda Dias, representando o prefeito Álvaro Dias.

Ela também declarou abertos os II Jogos Municipais do Idoso.

Com a expectativa de reunir mais de 190 participantes, as disputas ocorrerão nas modalidades caminhada, dança de salão, dança coletiva, jogos de tabuleiro e vôlei adaptado. A competição reúne idosos de cinco instituições da cidade.

Participam dos jogos o Instituto Juvino Barreto, Espaço Solidário, Centro de Convivência Yvone Alves, Centro de Convivência Marly Sarney e a ARPI.  A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL) disponibilizou toda a sua equipe de professores e profissionais para orientar, arbitrar e coordenar as competições.

De acordo com a secretária da SEL, Jódia Melo, a atividade física faz toda a diferença na vida do idoso, além da integração entre as cinco instituições participantes dos jogos.

“Estamos aqui para celebrar a vida, porque é isso que a população idosa quer. A minha mãe tem 72 anos e pratica mais esporte do que eu. O time da SEL está empenhado e pronto para realizar os jogos”, declarou a secretária de Esporte e Lazer.

A primeira edição dos jogos foi realizada em 2019 e em virtude da pandemia não houve continuidade. Agora, com o avanço da vacinação e o maior controle epidemiológico, a Prefeitura reuniu condições de retomar a iniciativa.

“É fundamental incentivar a prática de atividades físicas e esportivas para os idosos. Estamos falando de saúde e qualidade de vida. Tenho certeza que os jogos serão um sucesso”, disse a gestora.

Para a idosa Maria Eleice Tavares da Silva (Lelê), de 66 anos, integrante do Centro de Convivência Yvone Alves, localizado no conjunto Nova Natal, na zona Norte, a atividade física é muito gratificante, porque faz parte de sua vida e ela faz tudo o que quer após ter completado 60 anos.

“Participei da primeira edição dos jogos. Estava com saudades. Isto aqui é a minha vida. É o meu eu. Eu descobri que sou diabética, e a partir do momento que descobri isso eu comecei a praticar esporte. Eu jogo vôlei, eu corro, faço academia e todo tipo de esporte que aparecer para mim eu faço. Agora que eu comecei a viver. Esporte é saúde”, sublinhou a dona de casa.

A idosa considera o Yvone Alves a sua segunda casa. É no centro que ela encontra apoio de profissionais qualificados, como assistentes sociais, psicólogos e nutricionistas:

“O Yvone é minha vida, minha família”.

A mesma disposição de dona Lelê mostrou a também idosa, Anailza da Silva Oliveira, 65 anos.

Ela participa há 10 anos do Centro de Convivência Marly Sarney, localizado na avenida Miguel Castro, em Lagoa Nova. Ressaltou que passou muito tempo parada e agora voltou com todo o pique. Faz dança, ginástica e ainda canta no coral:

“Com essas atividades eu me sinto muito melhor e mais alegre e feliz. Esses dois anos de pandemia foram muito tristes. Participei da primeira edição dos jogos. Foi maravilhoso. Ganhamos medalhas. Foi um show naquele tempo. Adoro o centro Marly Sarney. Gosto de todas as atividades. A ginástica é nota 10”, elogiou.

Foto: Alex Régis

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista