Governo do Estado 29/03/2022 18:35

Saúde: equipes do Governo e do Banco Mundial vistoriam Hospital da Mulher

Evento integra semana de Missão realizada pelo Banco no RN

A primeira viagem da semana da Missão do Banco Mundial (BM) no Rio Grande do Norte ocorreu nesta terça-feira (29).

A governadora Fátima Bezerra, o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro, e o gerente do Projeto junto ao banco, Eirivelthon Lima, vistoriaram a construção do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia, em Mossoró, ação viabilizada pelo Governo do RN por meio do Governo Cidadão e da Secretaria de Saúde do Estado (Sesap).

Acompanhados dos secretários estaduais Gustavo Coelho (Infraestrutura, sucessor de Mineiro na coordenação do Governo Cidadão) e Cipriano Maia (Saúde), e do especialista em Saúde, Operações e Finanças do BM, Ezaú Pontes, a visita técnica na região Oeste percorreu todas as dependências do prédio que abrigará a maior unidade de saúde do RN.

O Hospital da Mulher está sendo implantado com recursos estaduais via empréstimo com o Banco Mundial da ordem de R$ 134 milhões. Está 70% concluído e deve ficar pronto ainda este ano. Ao todo, serão mais de 160 leitos focados na atenção materno-infantil, ginecológica e obstétrica de média e alta complexidade. A meta é de 20 mil atendimentos anuais, de pacientes de mais de 60 municípios.

“Esta obra é prioridade do nosso governo, o legado que deixaremos às mulheres potiguares”, disse a governadora, na ocasião.

Entre os principais serviços em execução na área externa do hospital estão a pavimentação e a drenagem. No interior, já estão instalados os revestimentos cerâmicos, forros e equipamentos do sistema de climatização, elétrico e de elevadores. Os blocos A e D, dedicado às enfermarias, têm o serviço mais adiantado. Semanalmente, um relatório da obra é emitido para o coordenador do Governo Cidadão para garantir o cumprimento do cronograma.

Licitações

Estão programadas 16 licitações para compra de equipamentos, mobiliários e veículos para a unidade, que somam mais de R$ 40 milhões. Já foram adquiridos aparelhos de grande porte, como Raio X, que necessitavam estar no local antes das obras físicas serem erguidas.

Todas as licitações previstas contam com consultas públicas para dar transparência e promover uma ampla concorrência entre empresas do ramo hospitalar. Todo o processo é amparado pelas Diretrizes de Aquisições do Banco Mundial e passam por análises das áreas técnica e jurídica do Projeto Governo Cidadão.

Serviços

A Carta de Serviços do hospital – um documento que tem a funcionalidade de um guia, um manual de operações – já foi finalizada por um Grupo de Trabalho formado por técnicos do Governo Cidadão e da Sesap com a colaboração de universidades parceiras como a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Universidade do Estado do RN (UERN) e Universidade Federal do RN (UFRN).

A UERN fará a gestão acadêmica do Hospital e vai colaborar com a parte administrativa, já que o local também será dedicado à formação profissional, colaborando para diminuir a escassez de trabalhadores do setor.

“Conforme a determinação da governadora, temos todo o cuidado com o panorama de execução dessa obra, para que esse hospital seja um marco na história da Saúde potiguar”, disse Mineiro. O gestor ainda lembrou do “clima de ambiência, de pertencimento, criado entre os órgãos envolvidos – os de fiscalização, inclusive, como o TCE – para que o Hospital virasse realidade”.

Eirivelthon Lima comentou: “Viabilizar grandes obras como esta é a razão do trabalho do Banco Mundial”.

Equipes do Governo Cidadão e da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap RN) também acompanharam a vistoria, assim como a reitora da UERN e seu vice, Cicília Maia e Chico Dantas; o prefeito de Assú, Gustavo Soares; a deputada estadual Isolda Dantas; o vice-prefeito de Mossoró, Fernandinho; a vereadora de Mossoró, Marleide Cunha e os vereadores de Mossoró Pablo Aires e Paulo Igor.

Também estiveram presentes à vistoria, pela Sesap, diversos coordenadores, o gerente da UES, Breno Roos, e a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti. O empresário da CG Construções, Danilo Gurgel, também participou da vistoria.\

Fonte e foto: Assessoria

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista