Comércio 19/03/2022 10:00

As incertezas do varejo continuam em 2022

Levantamento do Valor Data com base em dados de 18 varejistas de capital aberto revela que a receita líquida subiu 5,3% no 4º trimestre de 2021 em relação a igual período de 2020, para R$ 97,3 bilhões. Ao mesmo tempo, os custos subiram 6%.

Manchete do Valor destaca que a incerteza que afetou o varejo no ano passado continuará a impactar o setor em 2022, apesar do aparente refluxo da pandemia. Segundo executivos de grandes varejistas, as consequências da guerra na Ucrânia aumentam a preocupação das empresas.

Levantamento do Valor Data com base em dados de 18 varejistas de capital aberto revela que a receita líquida subiu 5,3% no 4º trimestre de 2021 em relação a igual período de 2020, para R$ 97,3 bilhões. Ao mesmo tempo, os custos subiram 6%.

Para analistas, o segmento alimentar é um dos mais pressionados pelos preços. Somadas, as vendas totais de GPA, Carrefour, Grupo Mateus e Assaí subiram 5,7% no fim de 2021, frente a uma alta de custos das mercadorias de quase 8% e de 10% nas despesas operacionais. Como resultado, o lucro líquido recuou 14%.

Varejo 2
Valor também relata que, após forte queda em janeiro, de 8,8% frente ao mês anterior, com ajuste sazonal, o Índice Getnet do varejo ampliado subiu 5,5% em fevereiro. Já o indicador do varejo restrito expandiu 6,2%, após cair 13,4% em janeiro.

Bares e restaurantes
Com chamada de capa, reportagem no Valor afirma que o setor de restaurantes tem dado sinais mais consistentes de recuperação, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

Grupos que conseguiram sobreviver ao impacto inicial do isolamento social já vinham sentindo maior demanda e estão agora expandindo, aproveitando também a disponibilidade de pontos bem localizados que ficaram vazios. A grande ameaça que ronda o setor agora é a inflação.

Shoppings
Principais jornais reportam que o conselho de administração da BRMalls rejeitou por unanimidade a segunda oferta de fusão feita pela concorrente Aliansce Sonae.

Em fato relevante, a companhia informou que a proposta “não solicitada” continua “subavaliando, consideravelmente, o valor econômico justo da companhia e do seu portfólio de ativos”.

Deu no Portal da CNC

Ricardo Rosado de Holanda



Descrição Jornalista